Critica: Somos Tão Jovens

Ontem fui ao cinema e assisti ao tão esperado Somos Tão Jovens.
Semana passada contei em um post pra vocês as minhas expectativas e do que se tratava a historia.


Com uma fotografia impecável entramos no mundo do Renato, com atores magníficos e um figurino marcante. Durante todo o filme todo eu ficava de olhos grudados nas roupas usadas e pensando como que a moda se reinventa, estamos usando várias referencias, a moda trouxe tudo isso de novo, hoje todas as roupas seriam usadas, com um ou outro detalhe atual, super gostoso olhar tudo, vintage <3.

Mas Thiago Mendonça foi realmente o que fez o filme ser o que ele é, com ele você realmente entra na história e conhece o outro lado do cantor, um lado que poucos conheciam, interligados por brigas, revoltas, drogas e bebidas.


Outra coisa que é super legal no filme é que mostra um trecho do Legião com o Capital Inicial e a atuação do ator que interpreta o Dinho Ouro Preto é magnifica, idêntico! Os gestos, jeito de cantar, caras e bocas, tudinho.


O filme retrata desde a adolecência conturbada ate o inicio da Legião Urbana, e sim, infelizmente só ate o inicio.
Sabe aquela sensação de que quero mais? Foi assim que me senti quando o filme acabou, parecia que tinham desligado a ''TV'' da tomada.
Mas isso não tira o brilho dos atores nem do filme em si.


Sai do cinema morrendo de saudade do Renato, do Legião e de tudo que envolvia a vontade dele de mudar o mundo.


Vocês já assistiram?
Beijos, @baamartinez

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Vovó Santa.com.br © 2011 | Some Rights Reserved.